terça-feira, 2 de dezembro de 2014

1º Domingo do Advento na Paróquia de São Sebastião

Neste domingo, dia 30/11, iniciou-se o Advento, tempo de preparação para o Natal do Senhor, o Ano da Vida Consagrada e o ano litúrgico B.

Veja as imagens e confira:





quinta-feira, 27 de novembro de 2014

FESTA DE SANTA LUZIA 2014 - COMUNIDADE PEDRINHAS

Ao fazermos uma visita a residência do Leigo, devoto e Presidente da Festa de Santa Luzia Aldeciano Silva da Comunidade Pedrinhas em Governador Dix-Sept Rosado, ele fala um pouco sobre a história da devoção de Santa Luzia na citada comunidade através do Devoto e Patriarca João Martins de Oliveira (IN MEMORIAN), dando início a essa devoção em meados de 1935 na rua em que residia Rua Curador José Ferreira e bem adiante na Rua Antonio Rosendo.

O seu Sobrinho/Neto Aldeciano Silva continua até hoje a devoção iniciada a Santa Milagrosa dos Olhos - Santa Luzia, onde a Comunidade Pedrinhas se prepara para Festejar a Festa de Santa Luzia 2014, tendo como tema: "A EXEMPLO DE SANTA LUZIA, VIVAMOS A FÉ E A CARIDADE".

EIS A PROGRAMAÇÃO ABAIXO E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ACONTECERÁ DURANTE OS DIAS 04 À 14 DE DEZEMBRO! PARTICIPE!


ABERTURA: 04/12 (Quinta-feira)
19h00 - Celebração da Palavra - Celebrante: Aldeciano Silva (PJMP)
           - Hasteamento das Bandeiras

NOVENÁRIO - De 05/12 à 13/12 de 2014

05/12 - 1ª NOVENA - Sexta-feira - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, ajuda-nos a enxergar as obras de Deus (LC. 10,21-24)
Pregadora: Maria das graças (Gatinha )
Homenageados: deficientes físicos e visuais, pais e mães solteiras e viúvos (as)

06/12 – 2ª NOVENA - Sábado - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, guiai-nos ao caminho perfeito do pai (MT 23, 1-12)
Pregador: Seminarista Maciel
Homenageados: Sitio Bamburral, médicos , enfermeiros. 

07/12 – 3ª NOVENA - Domingo - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, mostra-nos as bem aventuranças de Deus (MT 5 , 1-12)
Pregadora:  Kamila Tavares
Homenageados:  Poderes Públicos e comerciantes em geral

08/12 – 4ª NOVENA - Segunda-feira - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, libertai-nos das obras do mal (GL  5,16-25)
Pregadora: Daniela Maria
Homenageados : Grupo Ângellus de Deus (PJMP), Cia Pai Fernandes, Crianças, Adolescentes e Juventude.

09/12 – 5ª NOVENA - Terca-feira - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, livrai-nos do mal da hipocrisia. (LC 12, 1-7)
Pregadora: Iolete Carlos
Homenageados:  CEBI, CEACRU, STR, Assentamento Chico Rego , Comunidade de Santana I e II, e Bonito.

10/12 – 6ª NOVENA - Quarta-feira - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, ensina-nos a perdoar (Ef 4,25-32) 
Pregadora: Jurandir
Homenageados: Legião de Maria, Terço dos homens e das mulheres.

 11/12 – 7ª NOVENA - Quinta-feira - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, fazei-nos perseverante na oração ( Fl 4, 4-9)
Pregador: Maria Jose e Dario (ECC)
Homenageados: ECC, casais e todas as famílias.

12/12 – 8ª NOVENA - Sexta-feira - 19:00HS
Tema: Santa Luzia, orientai-nos nas santas doutrinas (Tt  2 , 1- 10)
Pregador: Albano 
Homenageados: Comunidades de Gangorrinha e Aguilhadas, P.A. Terra da Esperança (PITOMBA), Barrinha e Cajazeiras, Camurim I e II  e demais Comunidades Rurais.

13/12 – 9ª NOVENA – Sábado (DIA DA PADROEIRA SANTA LUZIA) - 19:00HS
Tema: Clareai nossos caminhos pela Fe ( Rm 1, 16-17 )
Pregador: Reginaldo Claudino e Hildenubia
Homenageados:  Devotos(as) de Santa Luzia , Filhos Ausentes da Comunidade Pedrinhas e Equipes da Festa.

14/12 – ENCERRAMENTO DA FESTA - Domingo   

16:00HS - Procissão com a imagem da Padroeira Santa Luzia, saindo da residência de Bida (PEDRINHAS DE BAIXO) até a Capela em PEDRINHAS DO ALTO.
17:00HS - Missa Solene de Encerramento com Padre Robério Holanda 
18:00HS - Arreamento das bandeiras.
18:30HS - Tradicional Jantar dos devotos e salva festiva de fogos.

DESTAQUES DA FESTA

DIA 14/12 - Jantar da Comunidade Pedrinhas às 18:30HS
DIAS 6, 7, 12, 13 - Barraca da Festa
DIA 12/12 - Tradicional Leilão de Santa Luzia às 20:00HS em Frente a Capela
DIA 13/12 - Dia de Santa Luzia - Às 5:00HS da manhã Salva de fogos e Oração do Santo Terço na Capela.

VOCÊ O NOSSO CONVIDADO ESPECIAL!
♥ A PAZ DE JESUS E O AMOR DE MARIA! ♥

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Festa de Nossa Senhora das Graças 2014 - P. A. Terra da Esperança (Pitomba)

É com muita alegria que a nossa Paróquia de São Sebastião vivencia, pela comunidade Pitomba, a Festa de Nossa Senhora das Graças 2014, com o tema: A Exemplo de Maria Sejamos Comunidade Evangelizadora".
A festa começou dia 20 de novembro e se estenderá até o dia 30 do mês corrente, e tem sido muito animada, com grande participação da Comunidade, e com atrações culturais após as novenas.
Confira:









segunda-feira, 24 de novembro de 2014

PAPA FRANCISCO: Papa pede Igreja pobre e que não se vanglorie de si mesma

Na Missa desta segunda-feira, 24, na Casa Santa Marta, o Papa Francisco voltou a pedir uma Igreja pobre, que não se vanglorie de si mesma. Ele explicou que, quando a Igreja é humilde e pobre, então é fiel a Cristo; do contrário, é tentada a brilhar com luz própria em vez de doar ao mundo a luz de Deus.
As reflexões do Papa partiram do Evangelho do dia, que retrata as ofertas oferecidas ao Templo por pessoas ricas e por uma viúva. Trata-se de duas atitudes diferentes: doar muito e publicamente, ostentando a riqueza; e doar o pouco que se tem, atraindo a atenção apenas de Deus. Segundo o Papa, são duas tendências sempre presentes na história da Igreja: a Igreja tentada à vaidade e a Igreja pobre.
Francisco associou a figura da Igreja à da viúva, já que a Igreja espera a volta do seu Esposo. A viúva não era importante, seu nome não aparecia nos jornais, não brilhava com luz própria. “A grande virtude da Igreja deve ser de não brilhar com luz própria, mas brilhar com a luz que vem do seu Esposo. E nos séculos, quando a Igreja quis ter luz própria, errou”.
O Papa reconheceu que, algumas vezes, Deus pode pedir que a Igreja tenha um pouco de luz própria, mas isso se entende pelo fato de que, se a missão da Igreja é iluminar a humanidade, a luz doada deve ser unicamente aquela recebida de Cristo com humildade.
“Todos os serviços que nós fazemos na Igreja são para nos ajudar nisso, a receber aquela luz. E um serviço sem esta luz não é bom: faz com que a Igreja se torne ou rica, ou poderosa, ou que procure o poder, ou que erre o caminho, como aconteceu tantas vezes na história e como acontece nas nossas vidas, quando nós queremos ter outra luz que não é aquela do Senhor: uma luz própria”.
Quando a Igreja é fiel à esperança e ao seu Esposo, ela fica alegre de receber essa luz, reiterou o Papa. Fica feliz em ser, nesse sentido, “viúva” à espera, como a lua, do sol que virá.
“Quando a Igreja é humilde, quando a Igreja é pobre, mesmo quando a Igreja confessa as suas misérias – pois todos nós as temos – a Igreja é fiel. A Igreja diz: ‘Mas, eu sou escura, mas a luz vem dali!’ e isto nos faz tão bem. (…) Tudo para o Senhor e para o próximo. Humildes. Sem nos vangloriarmos de ter luz própria, procurando sempre a luz que vem do Senhor”.

Fonte: http://noticias.cancaonova.com/

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

20 de Novembro, dia da Consciência Negra !

“A luta pela liberdade dos negros brasileiros jamais cessou. Em 1971, um significativo capítulo de nossa história vinha à tona pela ação de homens e mulheres do Grupo Palmares. Lá do Rio Grande do Sul era revelada a data do assassinato de Zumbi, um dos ícones da República de Palmares. Passados sete anos, ativistas negros reunidos em congresso do Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial cunharam o 20 de novembro como Dia da Consciência Negra. Em 1978, era dado o passo que tornaria Zumbi dos Palmares um herói nacional, vinculado diretamente à resistência do povo negro.
Herdamos os propósitos de Luiza Mahin, Ganga Zumba e legiões de homens e mulheres negras que se rebelaram a um sistema de opressão. Lançaram mão de suas vidas a se conformarem com a prisão física e de pensamento. Contrapuseram-se ante às tentativas de aniquilamento de seus valores africanos e contribuíram com seus saberes para a fundação e o progresso do Brasil.


Orgulhosamente, exaltamos nossa origem africana e referendamos a unidade de luta pela liberdade de informação, manifestação religiosa e cultural. Buscamos maior participação e cidadania para os afro-brasileiros e nos associamos a outros grupos para dizer não ao racismo, à discriminação e ao preconceito racial.
Que este 20 de Novembro, assim como todos os outros, seja de muita festividade, alegria e renove nossas energias para continuarmos nossa trajetória para conquista de direitos e igualdade de oportunidades. Estejamos todos, homens e mulheres negras, irmanados nesta caminhada pela liberdade e pela consciência da riqueza da diversidade racial!”




Fonte : http://www.planalto.gov.br/seppir/20_novembro/apres.htm

terça-feira, 11 de novembro de 2014

DIOCESE DE MOSSORÓ: 80 Anos de missão a Seviço da Fé, da Esperança e do Amor a Deus!


Todo o mês de novembro é marcado pela Assembleia Anual de Pastoral na Diocese de Mossoró, mas esse ano a programação da Assembleia terá um tom celebrativo por coincidir com o aniversário de 80 anos de criação da Diocese. No período de 14 a 16 de novembro, teremos cinco seminários temáticos acontecendo simultaneamente sobre os temas Liturgia, Missão e formação dos leigos, Catequese, Ação Social e Ministros ordenados e vidas consagradas. No sábado, 15, no período da tarde, encerramento dos seminários com palestra do professor doutor em Teologia Padre João Paulo de Araújo Gomes, da Diocese de Caruaru, e lançamento da Revista Celebrativa 80 anos. No domingo, dia 16, a partir das 8 horas, show religioso com Padre Nunes e Missa em Ação de Graças presidida pelo Bispo Diocesano Dom Mariano Manzana e todo clero, no Ginásio Pedro Ciarlini. Na terça-feira, dia 18, data oficial de instalação da Diocese de Mossoró, teremos a ordenação dos diáconos Zioneudo de Sá e Wescley Paulo Pereira de Melo, às 19 horas, na Catedral de Santa Luzia.

SEMINÁRIOS TEMÁTICOS - ASSEMBLÉIA DIOCESANA

Liturgia - Paróquia São Manoel - Gorete Marques e Pe Janedson
Missão e Formação dos Leigos - Paróquia São Paulo Apóstolo - Pe Cornelio e Zélia Cristina
Catequese - Paróquia São João Batista - Pe Maciel
Ação Social - Paróquia São José - Edimar Filho e Gorete Coelho
Ministros Ordenados e Vida Consagrada - Paróquia Santa Luzia - Pe Crisanto, Irmã Jacira e Irmã Josefa


OBSERVAÇÕES:

* Cada paróquia deve inscrever três participantes em cada um dos seminários.

* O seminário acontecerá sexta-feira ( o dia inteiro). À noite haverá uma vigília e no sábado até meio-dia. Às 14 horas, haverá plenária para cada seminário apresentar frutos do estudo do tema e o fechamento com a palestra do professor doutor em Teologia Padre João Paulo de Araújo, na quadra do Colégio das Irmãs. Em seguida, lançamento da Revista Celebrativa dos 80 anos da Diocese. Domingo, encerramento da programação de aniversário com show de Padre Nunes, às 8 horas, recebendo caravanas das paróquias e missa de envio no Ginásio Pedro Ciarlini.

Fonte: Diocese de Santa Luzia

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Escola Manoel Joaquim está realizando a 3ª edição do Projeto de Doação de Sangue

A Escola Estadual Manoel Joaquim, Governador Dix-sept Rosado, está realizando nesta semana, a 3ª edição do Projeto de Doação de Sangue. Informações, videoaulas, palestras, distribuição de panfletos, caminhada pelas ruas e visita a locais estratégicos, são algumas das ações a serem desenvolvidas durante a semana, pois sábado será o dia D, o dia de doar sangue, o dia de doar vida.

Neste sábado, 08/11, (culminancia do Projeto) a Unidade Móvel do Hemocentro estará em nossa cidade, em frente a Escola Manoel Joaquim para a coleta de sangue. Divulgue, participe, colabore.

DOE SANGUE, SALVE VIDAS!!!

Fonte: http://ogatoprofessor.blogspot.com.br/2014/11/escola-manoel-joaquim-esta-realizando-3.html?spref=fb

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Relíquia de Santa Luzia

Amanhã (01/11) ás 18:00 hs da tarde a Paróquia de São Sebastião Recebe a visita da Imagem e Relíquia de Santa Luzia. Vamos todos prestar nossas homenagens e devoção a virgem protetora da visão, convido a todos os devotos e devotas de Santa luzia ! Jesus e Santa Luzia espera por você ..Paróquia de São Sebastião Governador Dixsept Rosado/RN


terça-feira, 28 de outubro de 2014

Brasil Sem Drogas: movimento educativo contra a legalização da maconha.

Nascido no Ceará o Movimento tomou proporções nacionais e alerta população com dados científicos sobre o risco da legalização da maconha.
A maioria da população brasileira é contra a legalização da maconha. De acordo com pesquisa realizada em setembro de 2014 pelo  Jornal O Estado de São Paulo  e TV Globo  79% dos brasileiros se posicionaram contra o uso da droga. Em pesquisa do DataSenado apenas 9% dos votantes se mostraram favoráveis ao uso da erva.
Com o objetivo de educar a população e acompanhar as audiências que acontecem no Senado sobre a Sugestão Popular 8 (SUG  8) pela liberação da maconha para uso recreativo, industrial e medicinal foi criado o Movimento Brasil Sem Drogas. “ Temos caráter educativo e somos  supra partidário e supra religioso. Discutimos  a problemática  da legalização das drogas com muitos dados científicos, sociais e humanos. Tudo embasado em estatísticas oficiais de legalizações fracassadas em países que regulamentaram  a maconha e tiveram todos os seus índices piorados”, explica Luís Eduardo Girão, idealizador do Movimento.
O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) é o relator da Sugestão 8 e deu sinal nas audiências anteriores que não arquivará a Sugestão possibilitando que em breve ela  se torne um Projeto de Lei de legalização da maconha para uso recreativo.
Muitas questões estão em aberto como, se a maioria da população brasileira é contra a legalização da maconha por que a crescente luta pela liberação desta droga? A quem interessa a legalização desta droga no país? Por que a Comissão de Direitos Humanos aceitou em uma Sugestão Popular discutir o uso recreativo e medicinal da Maconha se são duas coisas distintas?
Uma página no Facebook fornece informações sobre o movimento e atualiza a população sobre os riscos de uma possível legalização da maconha no país. Já aderiram ao movimento o Governo do Estado do Ceará, OAB – CE, OAB- PB, FENASP (que reúne lideranças  evangélicas), Federação Espírita Brasileira, Rotary, Associação Brasileira de Psiquiatria, Associação dos servidores da Polícia Federal, Arquidiocese de São Paulo, entre outras instituições.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Papa: abrir-se às surpresas de Deus e não fechar-se aos sinais dos tempos!

Abrir-se às surpresas de Deus e não fechar-se aos sinais dos tempos: foi o que afirmou o Papa Francisco na Missa matutina na Casa Santa Marta, comentando as palavras de Jesus aos doutores da lei.
Muitas vezes, observou o Pontífice, esses doutores pedem sinais a Jesus, e Ele responde que não são capazes de “ver os sinais dos tempos”:
“Por que esses doutores da lei não entendiam os sinais dos tempos e pediam um sinal extraordinário (que depois Jesus deu), por que não entendiam? Antes de tudo, porque estavam fechados. Estavam fechados em seu sistema, tinham elaborado a lei muito bem, uma obra-prima. Todos os judeus sabiam o que se podia ou não fazer, até onde ir. Estava tudo arrumado. E eles se sentiam seguros ali”.
Para eles, acrescentou o papa, Jesus fazia “coisas estranhas”: “caminhar com pecadores, comer com os publicanos” – o que para os doutores significava colocar a doutrina em perigo. Eles se esquecim que Deus é o Deus da lei, mas também o Deus das surpresas:
“Eles não entendiam que Deus é o Deus das surpresas, que Deus é sempre novo; jamais renega a si mesmo, mas sempre nos surpreende. E eles não entendiam e se fechavam naquele sistema feito com tanta boa vontade e pediam a Jesus: ‘Dê um sinal!’. E não entendiam os muitos sinais que Jesus dava e que indicavam que o tempo estava maduro. Fechamento! Segundo, tinham se esquecido que eles eram um povo em caminho. Em caminho! E quando alguém está em caminho, sempre encontra coisas novas, coisas que não conhecia”.
O Papa acrescentou que “um caminho não é absoluto em si mesmo”, mas é o caminho rumo “à manifestação definitiva do Senhor. A vida é um caminho rumo à plenitude de Jesus Cristo, quando virá pela segunda vez”. Esta geração procura um sinal, mas – afirma o Senhor – não lhe será dado qualquer sinal, a não ser o de Jonas”, ou seja, “o sinal da Ressurreição, da Glória, daquela escatologia rumo à qual caminhamos”. Quando Jesus afirma no Sinédrio ser o Filho de Deus, os doutores leem este sinal como uma blasfêmia E por isso, Cristo os define como “geração má”.
Francisco reiterou que “se a lei não leva a Jesus Cristo, não se aproxima Dele, está morta. E por isso Jesus reprova os doutores, por não serem capazes de conhecer os sinais dos tempos:
“E isso deve fazer-nos pensar: eu fico preso às minhas coisas, às minhas ideias, fechado? Ou estou aberto ao Deus das surpresas? Sou uma pessoa estática ou uma pessoa que caminha? Eu acredito em Jesus Cristo – naquilo que Ele fez: morreu, ressuscitou e acabou a história – ou acredito que o caminho prossiga rumo à maturidade, à manifestação de glória do Senhor? Eu sou capaz de entender os sinais dos tempos e ser fiel à voz do Senhor que se manifesta neles? Podemos hoje fazer estas perguntas e pedir ao Senhor um coração que ame a lei, porque a lei é de Deus; mas que ame também as surpresas de Deus e que saiba que esta lei santa não é fim em si mesma”.
Em caminho, reafirmou o Papa, é uma pedagogia “que nos leva a Jesus Cristo, ao encontro definitivo, onde haverá este grande sinal”.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento


Hoje em nossa paroquia tem um dos momentos mais importantes da nossa vida: ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO ! 
E o convidado especial é você ! 
Deus esta te esperando ansiosamente !Às 19:00 horas na igreja Matriz de São Sebastião.

"Quem não adorar, não vai aguentar" (Monsenhor Jonas Abib)

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

CATEQUESE: Papa fala de sua viagem à Albânia

O Papa Francisco dedicou a catequese desta quarta-feira, 24, para falar de sua viagem à Albânia, realizada no último domingo, 21. O Santo Padre recordou momentos marcantes da viagem e renovou seu agradecimento a todos os que colaboraram para sua visita.
Acesse
.: Todas as notícias sobre a viagem do Papa à Albânia
.: Em breve, íntegra da catequese
A Albânia é um país que, por longos anos, sofreu com um regime ateu e desumano, mas agora está vivendo uma experiência de convivência pacífica entre as diferentes religiões. Francisco afirmou achar importante encorajá-los neste caminho, motivo pelo qual o centro da viagem foi umencontro inter-religioso. “Aquilo que as várias expressões religiosas têm em comum, de fato, é o caminho da vida, a boa vontade de fazer o bem ao próximo, não renegando ou minimizando as respectivas identidades”.
Outro momento marcante da viagem do Pontífice ao país foi a celebração das Vésperas com padres, pessoas consagradas, seminaristas e representantes de movimentos leigos. Na ocasião, Francisco pôde ouvir o testemunho de um padre e de uma freira que foram vítimas da perseguição por parte do regime comunista.
Sua Santidade falou da comoção desse momento em que se fez memória dos mártires albaneses. Segundo ele, por intermédio da união íntima com Jesus surgiu para esses mártires a força de enfrentar os acontecimentos dolorosos pelos quais passaram.
“Também hoje, como ontem, a força da Igreja não é dada tanto pela capacidade de organização ou das estruturas, que são necessárias, mas a Igreja não encontra sua força ali. A nossa força é o amor de Cristo!”.
Nas principais ruas de Tirana, capital albanesa, os retratos de quarenta sacerdotes assassinados durante a ditadura comunista também impressionaram o Santo Padre. Além deles, Francisco também mencionou as centenas de religiosos cristãos e muçulmanos que foram mortos, torturados, presos e deportados só porque acreditavam em Deus.
“A recordação desses acontecimentos dramáticos é essencial para o futuro de um povo. A memória dos mártires, que resistiram na fé, é garantia para o destino da Albânia; porque seu sangue não foi derramado em vão, mas é semente que levará a frutos de paz e de colaboração fraterna”.
O Papa agradeceu a Deus por ter tido a oportunidade de se encontrar com esse povo “corajoso e forte”. E renovou seu convite ao povo albanês a prosseguirem no caminho do bem para construir o presente e o futuro do país e da Europa.

Fonte: http://papa.cancaonova.com/

terça-feira, 23 de setembro de 2014

HOMÍLIA PAPA: A vida cristã se resume em escutar e praticar a Palavra de Deus


A vida cristã é “simples”: escutar a Palavra de Deus e colocá-la em prática, não limitando-se a “ler” o Evangelho, mas perguntando-se de que modo as suas palavras falam à própria vida. Essa foi a reflexão do Papa Francisco na Missa celebrada nesta terça-feira, 23, na Casa Santa Marta.
Santo Padre fala da necessidade de ouvir a Palavra de Deus com os ouvidos e o coração / Foto: L'1Osservatore Romano
Santo Padre fala da necessidade de ouvir a Palavra de Deus com os ouvidos e com o coração / Foto: L’1Osservatore Romano
O Pontífice destacou que as palavras de Jesus eram novas e tocavam o coração; nelas muitos percebiam a força da salvação e por isso a multidão seguia Jesus. Havia também aqueles que seguiam Jesus por conveniência, sem pureza de coração, fato que acontece ainda hoje. Mas Jesus continuava a falar à multidão; para Ele, todos que escutam a Palavra de Deus e a colocam em prática são sua mãe e seus irmãos, como relata o Evangelho do dia.
“Estas são as duas condições para seguir Jesus: escutar a Palavra de Deus e colocá-la em prática. Esta é a vida cristã, nada mais. Simples, simples. Talvez nós a tenhamos feito um pouco difícil, com tantas explicações que ninguém entende, mas a vida cristã é assim: escutar a Palavra de Deus e praticá-la”.
Para escutar a Palavra de Deus basta abrir a Bíblia, explicou Francisco. Mas ele fez a ressalva de que as páginas do Evangelho não devem ser lidas, devem ser escutadas, o que significa ler o que está escrito e perguntar-se: “o que isto diz pra mim, para o meu coração? O que Deus está dizendo pra mim com esta Palavra?”. Trata-se de escutar a Palavra com os ouvidos e com o coração, uma atitude que, segundo o Papa, muda a vida.
“Abrir o coração à Palavra de Deus. Os inimigos de Jesus escutavam Sua Palavra, mas estavam próximos para procurar encontrar um erro, fazê-Lo deslizar e perder a autoridade. Mas nunca se perguntaram: ‘o que Deus me diz nesta Palavra?’. E Deus não fala só a todos: sim, fala a todos, mas fala a cada um de nós. O Evangelho foi escrito para cada um de nós”.
Francisco reconheceu que colocar em prática o que se escutou da Palavra não é tarefa fácil, porque é mais fácil viver tranquilamente sem preocupações com as exigências da Palavra de Deus. Mas pistas concretas para fazer isso são os Mandamentos, as Bem-Aventuranças, contando sempre com a ajuda de Jesus, mesmo quando o coração escuta, mas finge não entender.
“O Senhor sempre semeia sua Palavra, pede somente um coração aberto para escutá-la e boa vontade para colocá-la em prática. Por isto, então, a oração de hoje, que é aquela do Salmo: ‘Guiai-me, Senhor, no caminho de vossos preceitos!’, isso é, no preceito da tua Palavra para que eu aprenda com a tua condução a colocá-la em prática”.

Fonte: http://papa.cancaonova.com/

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Visita do Papa à Albânia

O Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, falou à Rádio Vaticano sobre vários aspectos da viagem do Papa Francisco à Albania, sua quarta viagem internacional. Para ele, a viagem teve “fortes” contribuições do Papa sobre questões como a convivência pacífica entre as religiões e não como ponto de tensão e conflito, sobre o tema da esperança, da fidelidade aos grandes valores, da coragem e da força do testemunho na construção do futuro.
Padre Lombardi destacou que o tema juventude chamou muito a atenção de Francisco, algo perceptível em seus discursos, seja na homilia, seja no momento do Angelus. O Papa falou a um povo jovem e neste contexto, realçou a esperança na construção do futuro e na contribuição positiva à Europa.
“Estava falando há pouco com o Padre David Djudja, que é um nosso colega da Rádio Vaticano, que foi o intérprete do Papa nesta viagem, e ele me dizia que, enquanto eles estavam juntos no carro, vindo do aeroporto em direção a Tirana, o Papa disse: ‘mas que população jovem! Quantos jovens!’ Pensando que estamos na Europa, que ao invés – frequentemente ele diz – está um pouco envelhecendo.”
A Albânia é conhecida como país das águias, símbolo que chamou a atenção do Papa e foi abordado em seus discursos. “O Papa, vendo todos os símbolos das águias ao longo do caminho, dizia a Padre David que a águia voa alto, mas não abandona seu ninho, sempre volta ao seu ninho, mesmo voando alto”.
Madre Tereza também foi tema da conversa do Papa com Padre David. Francisco a  conheceu no Sínodo de 1994 em que ambos participaram.
“Bergoglio tinha Madre Teresa atrás dele, perto, e a ouvia frequentemente intervir com muita força, sem deixar-se, minimamente impressionar diante de toda aquela assembléia de bispos. E tinha por ela uma grande estima, como uma mulher forte, como uma mulher capaz de dar um testemunho corajoso. Depois fez uma brincadeira: ‘Eu teria medo de tê-la como superiora, porque era uma mulher muito forte'”, comentou padre Lombardi.
No Palácio Presidencial, Francisco escreveu em um livro de honra, a pedido do presidente do país. “Ao nobre povo albanês, com o meu respeito e admiração pelo seu testemunho e sua fraternidade ao levar avante o país”.
Diante do conteúdo escrito pelo Papa, padre Lombardi chama a atenção para pontos que o pontífice já tinha destacado durante a preparação da viagem como a admiração e estima pelo povo, seja pelo testemunho de coragem,  seja pela fraternidade e a capacidade de convivência, apesar das diferenças.
“Disseram-me que também o colóquio com o presidente foi muito intenso, que o presidente estava muito emocionado, talvez até um pouco acanhado, mas certamente muito emocionado. O Presidente Bektashi é muçulmano e falou com o Papa, com muita gratidão, dizendo-lhe que de fato a harmonia entre as religiões, que se busca viver agora na Albânia, fortalece muito também a democracia e o desenvolvimento da nação. Por isso, é muito grato ao apoio que a Santa Sé dá e também o Papa com esta viagem, e disse que é uma bênção. Este tema da bênção, vemos que é fortemente sentido, também pelos muçulmanos. É uma palavra forte, e todos esperaram esta viagem como uma bênção do Santo Padre para o povo, para o país, para o seu futuro. Eu não sei se vocês perceberam, durante o seu discurso, o Papa em certo momento fez uma pequena pausa e disse a palavra ‘respeito’. A palavra ‘respeito’ aqui é uma palavra essencial.”

Fonte: http://papa.cancaonova.com/

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO - Você quer que o Senhor lhe dê muitas graças?

Todos convidados a participarem deste momento maravilhoso de muitas bênçãos. Que ocorrerá hoje, às 19:00 hs na Igreja Matriz de São Sebastião.

---

Quereis que o Senhor vos dê muitas graças? Visitai-O muitas vezes. Quereis que Ele vos dê poucas graças? Visitai-O raramente. Quereis que o demônio vos assalte? Visitai raramente a Jesus Sacramentado. Quereis que o demônio fuja de vós? Visitai a Jesus muitas vezes. Quereis vencer o demônio? Refugiai-vos sempre aos pés de Jesus. Quereis ser vencidos? Deixai de visitar Jesus. Meus caros, a visita ao Santíssimo Sacramento é um meio muito necessário para vencer o demônio. Portanto, ide frequentemente visitar Jesus, e o demônio não terá vitória contra vós.

(São João Bosco)

Quanto mais fracos nos sentimos em nossa sexualidade, em nossos pensamentos e vontade, tanto mais precisamos da Eucaristia comungada e adorada. Assim obteremos, em Jesus Sacramentado, toda força, coragem, ânimo e destemor de que precisamos.
Quando adoramos Jesus na Eucaristia, Ele nos injeta a salvação, purifica-nos e liberta-nos.
Que Jesus entre na sua casa e comece a reinar. Que o Santíssimo Sacramento se levante para abençoar o Brasil, o seu lar, seu casamento, seus filhos, sua maternidade e sua paternidade.
Deus abençoe você!
Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova
(Trecho do livro “Eucaristia, nosso tesouro” de monsenhor Jonas Abib)

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

CATEQUESE: A Igreja é mãe e tem como modelo Maria

O cristão não é órfão, pois encontra na Igreja e em Maria uma mãe. Essa foi, em síntese, a reflexão do Papa Francisco que, na catequese desta quarta-feira, 3, voltou a refletir sobre o aspecto maternal da Igreja, que tem por modelo a Virgem Maria.
A maternidade da Igreja, disse o Papa, coloca-se em continuidade com a maternidade de Maria, como seu prolongamento na história. “Olhando Maria, descobrimos a face mais bela e terna da Igreja. Olhando para a Igreja, reconhecemos os traços sublimes de Maria. Mas nós cristãos não somos órfãos. Nós temos uma mãe. Temos mãe. E isso é grandioso. Não somos órfãos. A Igreja é mãe. Maria é mãe”.
Francisco explicou que a Igreja é mãe porque gerou cada um no batismo e desde então faz com que os fiéis cresçam na fé com a força da Palavra de Deus.  A maternidade da Igreja se expressa de modo peculiar nesse serviço de evangelização, pois a mostra como uma mãe preocupada em dar aos seus filhos o alimento espiritual que frutifica a vida cristã. Por isso mesmo, cada um é chamado a acolher a Palavra de Deus proposta pela Igreja.
“Somente a Palavra de Deus tem esta capacidade de nos transformar no mais profundo. A Palavra de Deus tem este poder. E quem nos dá a Palavra de Deus? A Mãe Igreja. Ela nos amamenta desde pequenos com esta Palavra. E nos ensina toda a vida com esta Palavra. E isso é grandioso. É justamente a Mãe Igreja que, com a Palavra de Deus, nos transforma por dentro”.
O Santo Padre destacou ainda que o Evangelho e os sacramentos orientam as opções de vida. Diante dos perigos do mundo, a Igreja defende seus filhos com a coragem de uma mãe e pede que sejam vigilantes em relação às seduções malignas.
“A Igreja tem a coragem de uma mãe que sabe ter o dever de defender os próprios filhos dos perigos, que derivam da presença de satanás no mundo, para levá-los ao encontro com Jesus. Uma mãe sempre defende os seus filhos. Esta defesa consiste também em exortar à vigilância: vigiar contra o engano e a sedução do maligno. Porque mesmo que Deus tenha vencido satanás, ele sempre volta com as suas tentações como leão que ruge ao nosso redor procurando nos devorar”.
Recordando que a Igreja é formada não só pelo clero, mas por todos os batizados, o Papa Francisco concluiu a catequese pedindo a Maria que ensine os fiéis a imitarem sua solicitude pelo bem dos irmãos, com a capacidade sincera de acolher, perdoar e infundir coragem e esperança.

Fonte: http://noticias.cancaonova.com/

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Papa se encontra com jogadores da Partida inter-religiosa pela paz

O Papa Francisco encontrou na tarde desta segunda-feira, 1º, na Sala Paulo VI, no Vaticano, os jogadores e promotores da primeira partida inter-religiosa pela paz, que será disputada às 20h45 de hoje (horário local – 15h45 em Brasília), no Estádio Olímpico, em Roma.
A iniciativa nasceu de um encontro realizado em abril de 2013 entre o Santo Padre e o jogador argentino Javier Zanetti. A arrecadação do jogo é beneficente, voltada a duas instituições educativas para jovens: a Scholas Occurrentes e a Fundação P.U.P.I.
Entre os presentes, Diego Armando Maradona, Alex Del Piero, Javier Zanetti, Buffon, Pirlo, Shevchenko, Paolo Maldini, Cordoba, Nainggolan, Valderrama.
Dirigindo-se aos jogadores, o Papa agradeceu pela “prontidão” das adesões ao seu desejo de “ver campeões e treinadores de vários países e de diversas religiões em uma disputa esportiva, para testemunhar sentimentos de fraternidade e de amizade”.
Francisco agradeceu também a todas as pessoas que contribuíram para a realização do evento, e em particular voltou seu pensamento à “Scholas occurrentes”, que opera junto à Pontificia Academia das Ciências e à “Fondazione Pupi Onlus”:
“A partida desta noite certamente será ocasião para recolher fundos para sustentar projetos de solidariedade, mas sobretudo para refletir sobre valores universais que o futebol e o esporte de maneira geral podem favorecer: a lealdade, a partilha, a acolhida, o diálogo, a confiança no outro. Trata-se de valores que igualam as pessoas indiferente de raça, cultura e credo religioso”.
O Santo Padre ressaltou que o evento desta noite “será um gesto altamente simbólico para fazer entender que é possível construir a cultura do encontro e um mundo de paz”, onde crentes e não-crentes de diferentes religiões – conservando a sua identidade – “possam conviver em harmonia e no respeito recíproco”.
Jovens se inspiram nos jogadores
papa_jogadores1Todos sabemos que o esporte, em particular o futebol, disse o Papa, é um fenômeno humano e social que tem muita importância e incidência no costume e na mentalidade contemporânea:
“As pessoas, especialmente os jovens, olham com admiração para as vossas capacidades atléticas. É importante dar um bom exemplo, no campo e fora dele. Nas competições esportivas, vocês são chamados a mostrar que o esporte é alegria de viver, jogo, festa e como tal deve ser valorizado mediante a recuperação da sua gratuidade, da sua capacidade de estreitar vínculos de amizade e abertura de uns aos outros”.
O Papa salientou aos jogadores, que com os comportamentos cotidianos, “carregados de fé e de espiritualidade, de humanidade e de altruísmo”, eles podem favorecer ideais de “pacífica convivência civil e social, para a edificação de uma civilização fundada no amor, na solidariedade e na paz. E esta é a cultura do encontro”.
Contribuição para a paz
Francisco reiterou o desejo de que a partida desta noite reavive a consciência “da necessidade de empenhar-se para que o esporte contribua” a uma “pacífica existência de todos os povos, excluindo toda discriminação de raça, de língua e de religião”:
“Vocês sabem que discriminar pode ser sinônimo de ‘desprezar’. A discriminação é um desprezo e vocês, com esta partida de hoje, dirão ‘não’ a qualquer forma de discriminação. As religiões, em particular, são chamadas a serem veículo de paz e nunca de ódio, porque em nome de Deus se deve levar sempre e somente o amor. Religiões e esporte, entendidos neste modo autêntico, possa, colaborar e oferecer a toda a sociedade sinais eloqüentes daquela nova era em que os povos ‘não levantarão a espada um contra o outro’”.
“Alarguem os vossos corações de irmão a irmão! Este é um dos segredos da vida”, e também alarguem “a dimensão mais profunda e autêntica do esporte”, concluiu o Pontífice.

Fonte: http://noticias.cancaonova.com/

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Diocese de Santa Luzia celebrará Dia do Catequista nos zonais

A Diocese de Mossoró, através da Coordenação Diocesana de Catequese, avisa que por ocasião do retiro dos catequistas, ocorrido no início deste ano, ficou acertado que as comemorações alusivas ao Dia do Catequista, último domingo de agosto, ocorrerão por zonal. Assim, em cada zonal uma paróquia assume a articulação para realizar uma programação festiva e de gratidão, pois a catequese é o sucesso de Jesus, o bem supremo da Igreja, a humanização e evangelização  das pessoas, real colaboração na renovação da sociedade.
Segundo a Coordenação Diocesana, a ideia  é  justamente possibilitar a participação de uma quantidade maior de catequistas, pois, ficando um grupo de paróquias mais próximas, as dificuldades de custos ( ficam menores) e distância ( fica menor) são superadas, possibilitando o conhecimento mútuo dos catequistas a partir das trocas de experiências e bate-papos informais ou não.
Espera-se, com isso, maior integração da catequese diocesana, pois também são realizados encontros com representantes dos zonais, tornando realidade uma catequese viva e em sintonia com o caminhar da Igreja.

A Diocese de Mossoró, pela intercessão de sua padroeira, Santa Luzia, agradece todo empenho dos catequistas e deseja que cada um seja cada vez mais um discípulo apaixonado por Cristo, a quem reconhece como o Mestre que conduz e acompanha  (DAp. 277). Portanto, os catequistas são convocados por Deus, mediante a Igreja, para desempenhar a missão evangelizadora da educação dos catequizandos na fé e condução à vivência na comunidade eclesial.

Fonte: http://www.diocesedemossoro.com/

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

♫ Eu tenho a Marcada Vitória! (8)


Na noite de ontem, dia 27 de Agosto de 2014,em nossa paróquia aconteceu uma noite de muita Graça do Senhor! Tivemos a presença de um Grupo de pessoas da Renovação Carismática Católica da Diocese de Mossoró. Tendo como maravilhas uma simples pregação, contando também o que o Espírito Santo pode realizar em nossa vida!
 
Tivemos a Presença de João Maria (GRUPO DE ORAÇÃO ESPÍRITO SANTO) e demais companheiros do Ministério de Música e Arte e de Intercessão!
 
Houve um grande derramamento do Espírito Santo naquele momento... Pois quando todos estão dispostos a receber o Espírito Santo, Ele vem e incendeia o nosso ser, Reinflama o Carisma e nos enche do Amor de Deus!
 
Agradecemos de todo coração a Deus por esta Graça de viver um momento como esse! Louvado Seja Deus por tudo isso!

O Grupo de Oração serão todas as Quarta-Feiras, à Partir das 18:30, iniciando-se com o terço Mariano e logo Após Pregação com alguns representantes da RCC MOSSORÓ. Venha participar e sentir o Derramamento de Graça em sua vida! Jesus Espera por Você!
 
Deus te Abençõe! ☺